out 01 2013

MAMA TUBEROSA

Publicado por em 14:08 em Sem categoria

A mama tuberosa é uma deformidade causada por um espessamento da fáscia do músculo peitoral maior que, durante o desenvolvimento do tecido mamário, impede a adequada expansão da base da mama. Assim, a mama se desenvolve de maneira estreita como se estivesse em um tubo e provoca grande alargamento da aréola. Esta alteração pode ocorrer de maneira tênue e acometer apenas o quadrante interno e inferior da mama, de maneira moderada acometendo os dois quadrantes inferiores ou da maneira mais intensa envolvendo os 4 quadrantes.

A aparência da mama é bem característica: mama pequena, base constricta e aréola expandida, alargada.

Estas alterações podem acometer uma mama (unilateral) ou as duas mamas (bilateral) e, quando a deformidade é bilateral, em geral as mamas são assimétricas. Isto acontece porque o espessamento que ocorre na fáscia não tem exatamente a mesma intensidade dos dois lados.

A cirurgia desta deformidade mamária envolve a redução do diâmetro da(s) aréola(s), a liberação do anel de constrição na base da mama com incisões radiadas e a colocação de implante mamário. Quando o polo inferior está pouco desenvolvido e se utiliza implante mamário, pode surgir na visão de perfil uma imagem chamada de duplo contorno. Para estes casos, o enxerto de gordura é uma boa solução, ainda que não corrija esta alteração por completo.

 

Ainda não há respostas

Trackback URI | Comments RSS

Deixe uma Resposta: